O que é burnout no trabalho e como lidar com isso?

O que é burnout?

Os cientistas acreditam que o esgotamento não é apenas um estado mental, mas uma doença que afeta todo o corpo.

O termo “esgotamento” foi introduzido em 1974 pelo psiquiatra americano Herbert Freidenberger. Ao mesmo tempo, ele comparou a condição de uma pessoa “queimada” a uma casa incendiada. Lá fora, o prédio pode parecer inteiro e ileso, e somente se você entrar, torna-se uma devastação aparente.

Agora os psicólogos distinguem três elementos do desgaste emocional:

  • esgotamento;
  • atitude cínica ao trabalho;
  • sentimento de insolvência própria.

O esgotamento leva ao fato de que somos facilmente perturbados, não dormimos bem, adoecemos mais e lutamos com a concentração.

A atitude cínica em relação às suas atividades nos faz sentir isolados dos colegas e falta de motivação.

Uma sensação de insolvência nos faz duvidar de nossas próprias habilidades e realizar nossos deveres pior.

Por que o esgotamento emocional ocorre?

Nós costumávamos pensar que o esgotamento vem simplesmente porque estamos trabalhando muito duro. De fato, é devido ao fato de que nosso horário de trabalho, deveres, prazos e outros fatores de estresse superam a satisfação do trabalho.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia em Berkeley identificam seis fatores associados ao desgaste emocional dos funcionários:

  • carga de trabalho;
  • controle;
  • remuneração;
  • relações na equipe;
  • justiça;
  • valores.

Estamos enfrentando um burnout quando um desses aspectos do trabalho (ou mais) não atende às nossas necessidades.

Qual é o risco de burnout?

Fadiga e falta de motivação não são as conseqüências mais terríveis do esgotamento emocional.

  • Segundo os pesquisadores, o estresse crônico que ocorre em pessoas com síndrome de burnout afeta negativamente as habilidades de pensamento e comunicação, e também sobrecarrega nosso sistema neuroendócrino. E com o tempo, os efeitos do esgotamento podem levar a problemas de memória, atenção e emoções.
  • Durante um estudo, descobriu-se que aqueles que experimentam o desgaste emocional estão acelerando o afinamento do córtex pré-frontal, o departamento responsável pela atividade cognitiva. Embora o córtex seja diluído naturalmente no processo de envelhecimento, aqueles que experimentaram o esgotamento emocional, o efeito foi mais pronunciado.
  • O risco não é apenas o cérebro. De acordo com outro estudo, o burnout aumenta significativamente a probabilidade de desenvolver insuficiência coronariana.

Como lidar com o burnout?

Os psicólogos aconselham a procurar maneiras de reduzir a carga de trabalho no trabalho: delegar parte das responsabilidades, mais frequentemente dizer “não” e anotar o que causa estresse em você. Além disso, você precisa aprender a descansar e aproveitar a vida.

Não esqueça de se cuidar

É fácil esquecer-se de si mesmo quando não há força para nada. Em um estado de estresse, parece-nos que cuidar de si mesmo é a última coisa que você precisa gastar tempo. No entanto, de acordo com os psicólogos, é apenas que ela não deve ser negligenciada.

Quando você sente que antes de queimar não muito longe, é especialmente importante comer bem, beber bastante água, fazer exercícios e dormir.

Lembre-se também de que isso ajuda você a relaxar e alocar mais tempo para isso.

Faça sua coisa favorita

O burnout pode ocorrer se você não tiver a oportunidade de dedicar regularmente seu tempo ao seu negócio favorito.

A insatisfação com o trabalho não se transformou em esgotamento emocional, pense no que é especialmente importante para você e inclua-o na sua agenda.

Pelo menos um pouquinho todos os dias, faça sua coisa favorita e, uma vez por semana, dê mais tempo. Então você nunca terá a sensação de que não tem tempo para fazer a coisa mais importante.

Tente algo novo

Faça algo novo, por exemplo, um hobby que você sempre sonhou. Isso pode parecer ilógico, porque você já está carregado o tempo todo, mas, na verdade, uma nova ocupação ajudará a evitar a queima.

O principal é escolher algo que irá restaurar a força e energizar.

Se você adicionar algo novo à sua agenda, é completamente impossível, comece por cuidar de si mesmo. Concentre-se no sono e na nutrição e tente exercitar-se pelo menos um pouco todos os dias. Isso ajudará a evitar as conseqüências do burnout e retornará ao sistema.

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

89 − = 80